EXPOMEAT 2019

Tectru - Peças e Máquinas Industriais EXPOMEAT 2019 Tectru confirma presença na Expomeat 2019 A Tectru S.A. - Peças e Máquinas Industriais é uma empresa voltada à fabricação de...

Tectru confirma presença na Expomeat 2019

A Tectru S.A. - Peças e Máquinas Industriais é uma empresa voltada à fabricação de máquinas e equipamentos para processamento de alimentos e desde 1993 acompanha o ritmo de expansão da agroindústria, fabricando equipamentos e peças com a qualidade que conquistou mercados no mundo inteiro. Constantemente investindo em novas tecnologias, a Tectru é capaz de suprir as mais modernas soluções às empresas que buscam eficiência, qualidade e confiabilidade, por meio de máquinas e equipamentos inovadores, arrojados e robustos, garantindo excelentes resultados.

Atua no mercado interno e externo com frigoríficos de aves. Entre os principais produtos estão processadora de moelas, repasse semiautomático de moelas, desengordurador de moelas, limpador de coração e sistemas de vácuo.

Dentre seus equipamentos, o mais recente é o Sistema Semiautomático de Repasse de Moelas, hoje uma exigência do Ministério do Trabalho e, para atendimento de normas, a equipe de pesquisa e desenvolvimento da Tectru trabalhou por três anos para elaboração e melhorias, gerando quatro patentes aplicadas, o que garantiu à empresa o melhor desempenho do mercado. Isso proporcionou o fornecimento do equipamento para aproximadamente 90% do mercado.

A Repassadora de Moelas foi projetada para facilitar a operação, manutenção e higienização; com posição de operação ergonômica, otimizando o ganho produtivo e eliminando problemas de saúde ocupacional; com flexibilidade, pode ser utilizado para inspeção e repasse de uma ou mais processadora de moelas; totalmente adequada à norma de segurança NR-12.

  • Tectru - Peças e Máquinas Industriais -
Postado em 14 de Agosto de 2018 às 11h16

Mercoagro 2018

A Tectru S.A - Peças e Máquinas Industriais, confirmou presença na 11ª edição feira de Mercoagro.

Mercoagro tornou-se histórica! Por trazer de volta a essência da sua vocação: conectar pessoas, países e continentes através de negócios, tecnologias, conhecimentos e relacionamentos.

Agora, a Mercoagro 2018 vem com tudo, com sua essência consolidada e fortalecida como a melhor oportunidade para se alcançar o sucesso na medida, com público e lugar certo. Tudo isso, por oferecer a possibilidade de sua marca estar entre as maiores soluções e inovações em processamento e industrialização da carne, com líderes do segmento de diversos países, e claro, em um dos principais polos agroindustriais do mundo, a cidade de Chapecó - SC, na região de maior concentração de frigoríficos, onde nasceram as mais importantes indústrias do agronegócio do Brasil.

É garantia de um público especializado reunido, junto à sua empresa, com profissionais-chaves na cadeia produtiva: diretores, gestores e técnicos, até profissionais do nível operacional.

Venha para a melhor oportunidade.

Postado em 12 de Junho de 2018 às 15h01

MERCADO DE AVES EM BUSCA DE NOVAS ROTAS

Enquanto as grandes indústrias do mundo estão olhando ansiosamente para o feed do Twitter para descobrir qual será a próxima exigência do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para renegociar acordos comerciais existentes ou impor tarifas extras, os exportadores de frango têm ainda mais preocupações.
É claro que as atuais renegociações do Nafta podem ter um impacto. Previsivelmente, mais
sobre a exportação dos EUA para o México do que vice-versa, mas o verdadeiro temor vem de outros fatores. O comércio de aves está encontrando novas rotas em todo o lugar, ou conforme declarado por especialistas do Rabobank: ?O comércio global de aves pode enfrentar a maior mudança em décadas neste ano?.
Trump é apenas um fator menor no mercado de aves O excesso de oferta nacional da Rússia (e da Tailândia), devido à chegada de muitas novas fazendas, é muito maior, conforme descrito na edição 4 do Poultry World. Além disso, o Rabobank outros potencializadores, incluindo as investigações da Operação Carne Fraca do Brasil, restrições ao comércio da UE e uma proibição pendente do atordoamento no abate que não atende ao padrão Halal de abate exigido pela Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos ? que poderiam afetar o Brasil e a UE ?, são algumas das principais questões que o setor global enfrenta.
Enquanto isso, mercados da Europa e do Oriente Médio vêm substituindo as aves domésticas brasileiras por outros insumos, principalmente da Europa Oriental. O comércio é um fato da vida, mas a exploração de novas rotas causará dores de cabeça e também a saída do empreendedorismo na indústria avícola.

Fonte: PoultryWorld / traduzido por Redação AI

Postado em 14 de Março de 2018 às 16h42

AÇÃO NO MÉXICO GERA US$ 96,2 MILHÕES EM EXPORTAÇÕES DE CARNE DE FRANGO

Tectru - Peças e Máquinas Industriais As quatro empresas que participaram da ação organizada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de...

As quatro empresas que participaram da ação organizada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) alcançaram US$ 96,2 milhões em negócios durante os três dias da ExpoANTAD & Alimentaria 2018, encerrada na quinta-feira (08/03) em Guadalajara (México). 

Considerada uma das mais importantes ações do ano para as exportações com destino à América do Norte, a ação da ABPA no evento mexicano contou com um espaço exclusivo para os exportadores brasileiros presentes - Copacol, C Vale, Seara e Zanchetta Alimentos.

O evento contou com forte presença de importadores e potenciais clientes, em encontros de negócios organizados durante o evento. Paralelamente, a ABPA distribuiu materiais promocionais em espanhol, com informações sobre os projetos setoriais Brazilian Chicken, Brazilian Egg e Brazilian Pork, além das empresas exportadoras e detalhes sobre os diferenciais produtivos da avicultura e da suinocultura do Brasil, como o status sanitário, a qualidade e o perfil sustentável da produção.

Na programação da comitiva da ABPA também estiveram encontros com representações de importadores mexicanos e da representação oficial brasileira no México.

“A participação no evento teve resultado excepcional. Algumas das empresas nos relataram que fecharam toda a programação de embarques para o ano nos três dias do evento. Além do resultado comercial, a ação foi importante para reforçar nossas intenções de fortalecer nossa oferta de produtos avícolas, além de abrir o mercado para a carne suína brasileira”, ressalta Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

Fonte: Avicultura Industrial